A história continua … Caso: PS4

Em entrevista exclusiva para o site G1 a Sony Brasil divulgou uma nota explicando o porque do preço astronômico do console no Brasil. 

De acordo com a empresa, R$ 858, 21,5% do preço do PlayStation 4, é o valor de transferência do console, ou seja, o valor que a Sony Brasil paga para cada unidade do videogame que será importado. A empresa afirma que R$ 2.524, 63% do valor final do produto, são impostos cobrados para trazer o console para o país como IPI, imposto de importação, Pis e Cofins. Estes valores são somados à margem do varejista que irá vender o PS4 e à margem do distribuidor, que é a Sony Brasil, em um total de 22%.

O total da conta chega a R$ 4.257. A Sony ainda diz “devolve para o negócio” R$ 258, 6,5% do valor do produto, para conseguir fechar o preço do varejo de R$ 3.999, que os executivos consideram “o mais baixo o possível”. “Eu poderia dizer que a Sony não está ganhando nenhum centavo. Na verdade, estamos perdendo. Tudo isso é imposto em cascata, imposto sobre imposto. Esse é o maior problema do nosso país”, diz Gracias, gerente da divisão PlayStation da Sony Brasil.

 

A entrevista esclarece alguns pontos ainda muito discutidos sobre o preço, principalmente sobre a diferença entre o preço do X-box One e o PS4. ” O  mérito é deles, que há duas maneiras de conseguir lançar um videogame por esse valor: “um subsídio massivo ou com fabricação local”. “Você terá que perguntar para eles como eles chegaram a este preço”.

A justificativa da Sony girou em torno de explicar os cálculos de impostos e de como isso afetaria a venda do vídeo game aqui no Brasil, segundo a empresa eles não esperavam que o PS4 vendesse muito em solo brasileiro, eles estavam almejando uma venda maior de PS3  já que o console começou a ser produzido em maio deste ano, aqui no país.

Imagem

Quanto a tais medidas para redução de preço, por conta do enxame de criticas , extremamente, negativas para a atitude da empresa a Sony quer tornar a situação um exemplo para a mudança a tarifação de impostos. Que muitas vezes é definida pelo grau de necessidade e peso sobre a saúde. Quanto mais importante menor a alíquota, soma total dos impostos. Caso, o produto não seja tão útil e agrida de certa forma a saúde maior o peso final da alíquota. E diz que a fabricação do PS4 aqui no Brasil não será algo próximo de acontecer.

A matéria completa esta disponível no link: http://g1.globo.com/tecnologia/games/noticia/2013/10/sony-diz-que-perde-dinheiro-com-venda-de-playstation-4-r-4-mil.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: